12 de julho de 2011

Há pessoas que abusam...

Damos uma mão e querem logo o braço todo...
Na 6ª feira passada fui com a irmã ter com a P. para lhe entregar uns documentos, não considero a P. uma amiga - foi colega da minha irmã, falamos pelo menos uma vez por mês mas não existe uma grande amizade.
Estivemos a conversar um pouco, contou-nos que em Agosto vai a Angola ter com o marido que está lá a trabalhar e como tal teve que tratar de alguma documentação (que aliás foi o marido que tratou do que conseguiu da última vez que cá esteve) no entanto ainda tinha que ir levantar documentos no consulado e fazer chegá-los à empresa onde trabalha o marido. Mas estava um pouco chateada pois poderia enviar os documentos por correio para a empresa mas teria que faltar ao trabalho para se deslocar ao consulado.
Eu como estou desempregada disse-lhe que se quisesse eu poderia ir ao consulado levantar-lhe a documentação.
Ontem recebo o seguinte mail: "Myself posso te entregar a recibo de pagamento dos meus documentos e ires busca-los ao consulado Angolano?

Se poderes terei que te entregar o original amanhã ao final da tarde, vou fazer tratamento ás 19 horas na rua Alexandre Herculano, mesmo junto à Av. da Liberdade. E tens que os ir levantar na quarta feira sem falta no consulado angolano e ires entrega-los na empresa onde o M. trabalha nas Laranjeiras. Pois existe um colega dele que vai para Angola na quinta feira e levava já os documentos com ele."

Não é um abuso? Ofereci-me para ir levantar os documentos, mas não me ofereci para fazer de estafeta, ainda por cima com dia marcado para levantar os documentos. Estou desempregada e por isso tenho mais tempo disponível mas não abusem.

Não imaginam o que me arrependo de me ter oferecido para ajudar.

Amanhã lá vou eu fazer de estafeta.....

4 comentários:

Fresco e Fofo disse...

Não se pode dar confiança. É uma guerra que tenho com a minha lâmpada fluorescente. Há anos que discutimos por causa disso... é que ela trabalha do outro lado da rua e trata de todos os assuntos relativos ao pessoal, desde processamento de salários, contratos de trabalho, segurança social e às tantas, se não me ponho a pau, tenho aqui um balcão do serviço de pessoal da firma e o telefone sempre a tocar com problemas de trabalho.
E dá tanta cunfia àquelas "amizades" de dois dias, que chegámos a uma altura que tínhamos sempre visitas em casa.
Bolas, tudo o que é demais enjoa e há gente que não percebe aquela cara de "estou farto de vocês, deixem-me estar sozinho ao menos uma noite por semana". eheheh

Rosie disse...

Tens tanta razao, quando damos uma mao querem logo o braço todo

Lux disse...

Querida, comigo tinha mesmo muito pouca sorte porque o que acabaste de escrever agora eu tinha-lhe dito na altura!
mas isso sou eu que tenho mau feitio!

xoxo
Lux

An@ disse...

Pois é querida, já conheço essa história... pessoas que abusam!!!

Muitas pessoas não distinguem a nossa boa educação e disponibilidade para uma pequena ajuda e abusam logo!

Mas aprendi que as pessoas vão... até onde nós deixamos elas irem!

Eu ando a aprender a dizer NÃO!
Que muitas vezes é necessário!

beijokas